Modelos teóricos sobre construto único ou múltiplos processos das funções executivas

Bruno Schiavon, Thiago Wendt Viola, Rodrigo Grassi-Oliveira

Resumen


As Funções Executivas (FE) são consideradas atividades cognitivas de alto nível de complexidade, o que contribui para que não haja consenso sobre seu construto teórico na literatura científica. Alguns autores sugerem que as FE são formadas por processos distintos, relacionados e independentes. Entretanto, outros autores supõem que elas constituem uma única habilidade que abrange todos os elementos – planejamento, flexibilidade cognitiva, atenção seletiva e sustentada, processamento emocional, inibição comportamental, tomada de decisão, automonitoramento - um sistema integrador que fundamenta o funcionamento executivo direcionado a um objetivo. Deste modo, duas diferentes modelos teóricos podem ser observados no que tange às FE: Modelos de Múltiplos Processos e Modelos de Construto Único. O objetivo do trabalho foi realizar uma revisão sobre alguns dos principais modelos teóricos das FE à luz desta questão, apresentando de maneira sumária os principais conceitos e referências teóricas de cada modelo.

Texto completo:

PDF


https://www.ebsco.com     http://www.redalyc.org     http://pepsic.bvsalud.org     https://doaj.org     http://www.latindex.org     http://www.psicodoc.org     https://scholar.google.com