Perfil neuropsicológico de idosos com queixas mnemônicas e sintomas sugestivos de depressão

Tania Maria Netto, J. Landeira-Fernandez

Resumen


Déficits cognitivos e depressão ocorrem com frequência em indivíduos idosos, muitas vezes de forma simultânea, podendo simular quadros de comprometimento cognitivo leve (CCL) ou até mesmo de demências, dificultando assim um diagnóstico diferencial. A identificação do perfil neuropsicológico desses pacientes pode auxiliar na diferenciação diagnóstica entre estes quadros, assim como contribuir no prognóstico e delineamento de tratamentos. O presente estudo teve como objetivo verificar, de modo preliminar, o perfil neuropsicológico de adultos idosos com queixas mnemônicas e sintomas sugestivos de depressão (SSD). A amostra consistiu de 10 adultos idosos, dois do sexo masculino e oito do feminino, com, em média, 74.5 anos de idade e 13.9 anos de escolaridade. Os SSD foram investigados a partir da Escala de Depressão Geriátrica. As queixas mnemônicas e outras funções cognitivas foram avaliadas por uma bateria flexível de instrumentos neuropsicológicos. A análise estatística foi efetuada de acordo com as frequências de déficits calculados pelos escores Z. No que tange aos SSD, 60% da amostra apresentou SSD leve e 40%, grave. Em relação à memória, 80% dos indivíduos idosos apresentaram alterações na episódica, 70% na prospectiva e 60% na de trabalho. Em contrapartida, nenhuma alteração foi apresentada na memória episódica visual e semântica. Além destes déficits cognitivos, outros também foram apresentados: 70% na atenção seletiva, 60% nas funções executivas (inibição, iniciação, flexibilidade cognitiva e resolução de problemas), e 40% no processamento do discurso narrativo. Estes resultados apresentaram possíveis associações ou comorbidade entre SSD e declínios nos domínios cognitivos avaliados. Mais estudos, visando à caracterização dos perfis neuropsicológicos, em adultos idosos com queixas de memória e SSD são necessários com grupos comparativos de depressão maior e de início tardio.

Texto completo:

PDF


https://www.ebsco.com     http://www.redalyc.org     http://pepsic.bvsalud.org     https://doaj.org     http://www.latindex.org     http://www.psicodoc.org     https://scholar.google.com