Comorbidade entre Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade e Deficiência Intelectual: uma Revisão Sistemática

Ana Carolina Rost de Borba Galimberti Rodrigues, Andressa Aparecida Garces Gamarra Salem, Edinéia Silva Ryskyk, Vanisa Fante Viapiana, Danielle Irigoyen da Costa, Rochele Paz Fonseca

Resumen


O presente estudo tem como principal objetivo é discutir a possível comorbidade entre os diagnósticos de Deficiência Intelectual e Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade, bem como, identificar como são realizados os diagnósticos. Foi realizada uma revisão sistemática, a partir do método Prisma, sendo conduzida nas bases de dados PubMed, LILACS, Scopus e ERIC. Um total de 679 foram identificados e 11 destes atenderam aos critérios de inclusão. A revisão dos 11 estudos indicam que 7 artigos discutem diretamente a relação entre os diagnósticos e 4 deles discutem os diagnósticos tangencialmente. Apesar de algumas evidências sugerirem que o TDAH é uma comorbidade encontrada em crianças com DI, ainda permanecem divergências sobre este tema, pois os manuais diagnósticos não apontam como uma comorbidade possível. Desta forma, sugere-se a importância do olhar clínico acerca dos sintomas de cada diagnóstico, e como estes impactam no funcionamento do dia a dia de cada paciente.
Palavras-chave: deficiência intelectual, transtorno do déficit de atenção e hiperatividade, funcionalidade.

Texto completo:

PDF


https://www.ebsco.com     http://www.redalyc.org     http://pepsic.bvsalud.org     https://doaj.org     http://www.latindex.org     http://www.psicodoc.org     https://scholar.google.com